domingo, 13 de fevereiro de 2011

Semana do Natal - Doce de Abóbora Menina

Gostar de fotografia é meio caminho andado para abrir um blog de culinária. Embora, na maioria das vezes, as fotografias aqui apresentadas sejam tiradas "em cima do joelho", sobretudo quando são comidas quentes que não podem esperar muito tempo pela fotografia perfeita, a verdade é que, de vez em quando, dá vontade de fazer produções um pouco mais cuidadas para obter melhores resultados e dar mais destaque às receitas. É o caso do post de hoje.

Este foi, talvez, o elemento-chave dos meus cabazes de Natal, daí ter sido o escolhido para encerrar esta semana temática.
Foi a partir da ideia de oferecer doce de abóbora que eu idealizei a oferta de todos os outros produtos, bem como a decoração que ia utilizar.
A receita foi baseada numa compilação de dicas de vários sítios, mas sobretudo da Cozinha da Colher-de-Pau e do Sabor Intenso.
A abóbora que, felizmente, me ofereceram, rendeu 3.800kg depois de cortada, no entando deixo aqui quantidades para 1kg de abóbora.




Ingredientes:
- 1kg de Abóbora Menina limpa e cortada em cubos;
- 1kg de açúcar (eu corto sempre e acabei por usar apenas 800g);
- 1 pau de canela;
- 1 colher de café de canela em pó.

Preparação:
- Num tacho, colocar a abóbora, o açúcar, o pau de canela e a canela em pó;
- Levar ao fogão em lume brando durante 1 hora;
- Passado esse tempo, retirar o pau de canela e triturar tudo a gosto (eu optei por deixar cremoso, sem pedaços);
- Levar novamente ao fogão e deixar cozinhar mais 15 minutos, em lume médio;
- Retirar um pouco de doce para um prato limpo, deixar arrefecer 1 minuto e passar com uma colher, se fizer uma estrada que não feche imediatamente está no ponto;
- Colocar em frascos de vidro esterilizados.

Notas/Dicas: Como era a primeira vez que experimentava fazer compota, segui as receitas à risca e respeitei todos os tempos. Numa próxima vez, irei deixar o doce cozinhar mais alguns minutos, para ficar mais espesso e um pouco menos aguado.
No entanto, as pessoas a quem ofereci gostaram e teceram elogios (eu, pecadora me confesso, não gosto deste doce!).
A decoração foi a mesma utilizada nos frascos dos restantes produtos dos cabazes e também levou uma etiqueta com sugestão de utilização.




Bom Apetite!

2 comentários:

Luiz Tadeu Gabriel Filho disse...

Tenho uma encomenda para o Brasil. Vocês enviam para cá?

Luiz Tadeu Gabriel Filho disse...

Tenho uma encomenda para p Brasil. Vocês enviam para cá?